ODS5.png

objetivos
do programa mulher

“Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas as mulheres e meninas”

O Programa Mulher do Sistema Confea/Crea e Mútua busca atingir o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável ODS nº 5 – Igualdade de Gênero: “Alcançar a igualdade de gênero e empoderar todas
as mulheres e meninas”, entre os ODS da Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável da ONU, bem como fomentar a elaboração de políticas de valorização para mulheres engenheiras, agrônomas
e da área das geociências dentro das diversas entidades de classe e dos Conselhos Regionais de Engenharia e Agronomia (Creas). Outro objetivo é a ampliação da participação feminina como protagonista em todas as esferas do Sistema e entidades de classe com o propósito de projetar
e implantar políticas de ações afirmativas para mulheres. O Programa Mulher tem também como objetivo dar visibilidade às ações de valorização da mulher empreendedora nas entidades de classe,
a partir do entendimento de que a ascensão das mulheres no empreendedorismo é fruto de uma longa trajetória de luta em defesa de direitos, da liberdade, equidade de gênero em condições e oportunidades para formação profissional, além de tratamento isonômico dentro das organizações de trabalho. O Programa Mulher é também um instrumento de valorização da cidadania. Uma cultura organizacional baseada na diversidade e inclusão é fonte para promoção da justiça e da melhoria social

AÇÕES PARA ALCANÇAR
OS OBJETIVOS MACROS
DO PROGRAMA MULHER:

✓ Ampliar e fortalecer as ações parlamentares na Bancada Feminina da Câmara dos Deputados e do Senado Federal;

Incentivar a promoção de eventos e seminários com foco nas mulheres profissionais do Sistema Confea/Crea/Mútua;

✓ Incentivar a promoção da valorização e o reconhecimento da contribuição das mulheres em todas as esferas do Sistema Confea/Crea/Mútua e entidades de classe;

✓ Atuar de forma a manter o Selo Equidade de Gênero do Confea, bem como fornecer diretrizes necessárias para que os Creas possam aderir ao programa Pró-Equidade de Gênero e Raça do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos;

✓ Incentivar a realização de Encontros Nacionais das Mulheres do Sistema Confea/Crea/Mútua, que poderão ocorrer anualmente, e preferencialmente durante os eventos do Confea, a exemplo do Encontro de Líderes do Sistema Confea/Crea/Mútua e da Semana Oficial da Engenharia e da Agronomia (Soea);

✓ Incentivar a realização de encontro com as mulheres das entidades que compõem o Conselho de Entidades Nacionais (Cden). Esse encontro deverá ocorrer anualmente e, preferencialmente, durante os eventos de comemoração ao Dia Internacional da Mulher ou Dia da Mulher na Engenharia;

✓ Incentivar a realização anual do “Encontro Nacional das Coordenadorias dos Comitês Mulheres dos Creas”, de modo a promover debates e, como resultado destes, fornecer diretrizes para todos os Creas;

✓ Promover, anualmente, a manutenção do projeto “Mapeamento da participação feminina dentro do Sistema Confea/Crea/Mútua”, por meio da atualização de dados enviados pelos Conselhos Regionais;

✓ Incentivar a realização de palestra sobre o tema “Assédio Sexual e Moral” nos Creas;

✓ Incentivar a realização de palestras sobre a “Gestão do Tempo da Mulher” nos Creas e entidades de classe;

✓ Incentivar palestras sobre Equidade de Gênero na posse de conselheiros federais no Confea e na posse dos conselheiros regionais nos Creas;

✓ Incentivar a realização de ações de combate ao machismo na política institucional do Sistema Confea/Crea, como trabalhar o tema entre as funcionárias e funcionários do Sistema, por meio de campanhas, da promoção de diálogos e de atividades sobre a agenda;

✓ Incentivar a promoção de campanhas como “Confea sem Machismo”, “Engenharia sem Machismo”, “Sistema Confea/Crea/Mútua contra o Feminicídio”, entre outras, nos grandes eventos do Confea, como a Soea e Encontro de Líderes, além de incentivar os Creas a reproduzirem as campanhas em seus eventos regionais;

✓ Buscar o aumento de, no mínimo, 10% das taxas de participação das mulheres como conselheiras nos Creas em relação a 2018;

✓ Estimular a formulação e difusão de dados e indicadores da participação da mulher dentro do Sistema Confea/Crea por meio do projeto “Mapeamento Feminino dentro do Sistema Confea/Crea”;

✓ Incentivar a elaboração e difusão de cartilhas e documentos sobre Assédio Moral e Sexual nos entes do Sistema Confea/Crea, a exemplo da publicação desenvolvida pelo Conselho Nacional do Ministério Público.